Spotify lança ‘cápsula do tempo’ em formato de playlist no aplicativo

 Spotify lança ‘cápsula do tempo’ em formato de playlist no aplicativo
- Anúncios -
Conteúdo Continua após Anúncios

O Spotify lançou uma nova função para os usuários do aplicativo de streaming (Android e iOS) permitindo criar uma lista de músicas do futuro servindo como uma espécie de “cápsula do tempo”, espaço em que é possível armazenar itens populares ou de interesse neste momento e rever após alguns anos.

No caso da playlist do Spotify, o usuário poderá rever o conteúdo salvo apenas em janeiro de 2024, um ano após as músicas terem sido salvas na lista. Essa novidade é gratuita e pode ser acessada este mês, desde que haja uma assinatura vigente no período.

Crie sua Playlist para o Futuro

1º Passo:

Acesse a página da Playlist para o Futuro (clique aqui) e faça login com suas credenciais de acesso do Spotify, em seguida conceda permissão para que o site acesse a conta.

- Anúncios -
Conteúdo Continua após Anúncios

Em seguida, toque sobre o botão ‘Começar‘ para escolher três músicas que serão armazenadas na sua cápsula do tempo do aplicativo.

2º Passo:

Nesta etapa, selecione o objeto que irá armazenar suas músicas e clique em ‘Avançar’, nas telas seguintes escolha uma música para cada pergunta — é preciso escolher três faixas — e após ter concluído a seleção revise a playlist e clique em ‘Pode fechar‘.

Pronto, agora basta aguardar o prazo de um ano para poder rever sua cápsula do tempo do Spotify com as músicas salvas em 2023.

Downloads

Spotify: Music, Podcasts, Lit
Spotify: Music, Podcasts, Lit
Developer: Spotify AB
Price: Free
‎Spotify: Musik und Podcasts
‎Spotify: Musik und Podcasts
Developer: Spotify
Price: Free+

Quer saber mais? Assista ao vídeo:

- Anúncios -
Conteúdo Continua após Anúncios

Lucas Ribeiro

Jornalista há quatro anos, trabalho com revisão de textos e elaboração de pautas sobre telefonia móvel/telecomunicações no geral. Como lema, compartilho a ideia de Álvaro Borba, que diz: “Não importa o que eu acho, importa o que eu sei, e o que sei são os fatos”.

Postagem relacionada

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.