iCloud Private Relay: conheça a nova função de privacidade do iOS

 iCloud Private Relay: conheça a nova função de privacidade do iOS

A Apple anunciou recentemente um novo recurso que será implementado pela empresa a partir do iOS 15, nova geração do sistema operacional do iPhone e que deve ser oficializada no mês de setembro, embora já tenha sua versão beta liberada para o público.

A novidade em questão é o chamado ‘iCloud Private Relay’, função que chegará para tornar o sistema da empresa ainda mais seguro.


O QUE É A RETRANSMISSÃO PRIVADA?

Os usuários do Android ou computador já estão bastante familiarizados com esse recurso que nada mais é do que uma Virtual Private Network (VPN), serviço que mascara o endereço IP do dispositivo para aumentar a segurança durante a navegação em redes Wi-Fi públicas, impedindo que empresas monitorem o tráfego entre servidores.


A partir das configurações de retransmissão privada não é possível selecionar um IP de vários países diferentes, como Estados Unidos, Canadá ou Reino Unido, por exemplo. No entanto, segundo informações, a retransmissão privada do iCloud promete ser ainda melhor e mais segura, visto que nem mesmo a Apple poderá rastrear sua navegação.

Foto: (Reprodução)

Essa ferramenta do ‘iCloud Private Relay’ será habilitada no Safari, navegador padrão do iPhone e que com a chegada do iOS 15 ganhará uma nova funcionalidade trazendo mais segurança aos usuários.

iCloud Private Relay é um serviço que permite que você se conecte a virtualmente qualquer rede e navegue com o Safari de uma forma ainda mais segura e privada. Ele garante que o tráfego que sai do seu dispositivo seja criptografado para que ninguém possa interceptá-lo e lê-lo. Em seguida, todas as suas solicitações são enviadas por meio de dois retransmissores de Internet separados. Ele foi projetado para que ninguém-incluindo a Apple-possa usar seu endereço IP, localização e atividade de navegação para criar um perfil detalhado sobre você.

Apple

De modo geral, essa novidade chega para proteger os usuários da Apple durante sua navegação, ocultando informações pessoais e impedindo que os servidores saibam a origem ou destino do tráfego. Quem quiser mascarar seu IP com o de outros países deverá utilizar uma VPN padrão.

VEJA MAIS SOBRE APPLE



Luan Mendonça

Jornalista há quatro anos, trabalho com revisão de textos e elaboração de pautas sobre telefonia móvel/telecomunicações no geral. Como lema, compartilho a ideia de Álvaro Borba, que diz: “Não importa o que eu acho, importa o que eu sei, e o que sei são os fatos”.

Postagem relacionada

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.