PicPay lança corretora de criptomoedas no aplicativo; como usar

 PicPay lança corretora de criptomoedas no aplicativo; como usar
- Anúncios -
Conteúdo Continua após Anúncios

O mercado de criptomoedas se tornou um grande atrativo para os investidores que buscam aplicar o dinheiro em ativos com potencial para crescimento, como o Ethereum e Bitcoin, que nos últimos anos se destacaram devido ao alto valor de mercado e possibilidade de compra em plataformas digitais.

Diante da alta demanda dos usuários, carteiras e bancos digitais começaram a investir nesse segmento introduzindo nos aplicativos funções nativas para que os clientes possam investir em criptos através da conta digital.

Recentemente, o PicPay criou sua própria corretora para negociar a compra e venda de criptomoedas dentro do próprio aplicativo (Android e iOS) com transações a partir de R$ 1, incluindo orientações para os clientes que não possuem experiência nesse mercado.

- Anúncios -
Conteúdo Continua após Anúncios

CORRETORA NO PICPAY

Essa novidade foi liberada este mês para todos os usuários do serviço, bastando ter uma conta e saldo disponível para começar as aplicações. Para experimentar esse recurso é preciso que o aplicativo esteja atualizado em sua última versão na Play Store e App Store — download no final da matéria.

Além dessa nova funcionalidade, o PicPay também possui vários outros serviços que podem ser acessados pelos consumidores, como compra de vale-presente, envio de Pix parcelado em até 12 vezes e promoções especiais, por exemplo.

1º PASSO:

Na tela inicial, toque sobre a opção “CRIPTO” para acessar a seção de criptomoedas (BTC e ETH) podendo visualizar a cotação atual das moedas e a variação em tempo real.

2º PASSO:

Clicando sobre a moeda é possível visualizar mais informações e, caso queira, comprar a moeda com saldo na conta corrente.

DOWNLOADS

PicPay: cartão de crédito, pix
PicPay: cartão de crédito, pix
Developer: PicPay
Price: Free
‎PicPay: Conta, Pix e Cartão
‎PicPay: Conta, Pix e Cartão

QUER SABER MAIS? ASSISTA AO VÍDEO:


- Anúncios -
Conteúdo Continua após Anúncios

Luan Mendonça

Jornalista há quatro anos, trabalho com revisão de textos e elaboração de pautas sobre telefonia móvel/telecomunicações no geral. Como lema, compartilho a ideia de Álvaro Borba, que diz: “Não importa o que eu acho, importa o que eu sei, e o que sei são os fatos”.

Postagem relacionada

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.